Mais Café

DICAS - Quatro xícaras de café por dia dão prazer e saúde

O café tem propriedades que atuam a favor da saúde

 

postado em 25/05/2009 | Há 8 anos

Especial para Terra

Rosana Ferreira
  
 
 
O consumo de quantidades moderadas de café, de três a quatro xícaras por dia, por pessoas saudáveis, pode gerar efeitos benéficos ao organismo, segundo estudos. Mas a maioria dos seus apreciadores desconhece as substâncias existentes na bebida e só se lembram da cafeína. Não é à toa. Apesar de o café possuir apenas 1% a 2,5 % de cafeína na composição, ela é a famosa substância responsável por estimular o sistema nervoso, produzindo um estado de alerta de curta duração. Por isso, é comum ouvir falar de pessoas que tomam muito café quando precisam ficar acordadas à noite para trabalhar ou estudar. "Mas há outras substâncias em maior quantidade, que podem até ser mais importantes do que a cafeína para o organismo", afirma o médico Darcy Roberto Lima, coordenador científico do Programa Café e Saúde.

Segundo ele, o café não é remédio, mas a comunidade médico-científica já considera a planta como funcional, ou seja, previne doenças mantendo a saúde. E essas outras substâncias têm muito a ver com essa designação. O grão do café possui potássio, zinco, ferro, magnésio e outros minerais, embora em pequenas quantidades, além de aminoácidos, proteínas, lipídeos, açúcares e polissacarídeos. "Mas o principal segredo é a presença de uma enorme quantidade de polifenóis antioxidantes", relata o médico.

Rosana Perim Costa, gerente de nutrição do HCor (Hospital do Coração), de São Paulo, diz que os grãos de café contêm grande variedade de polifenóis, como o ácido clorogênico, ácido cafeico, ácido ferúlico e o ácido p-cumárico, cuja ação antioxidante vem sendo demonstrada in vitro e in vivo.

Segundo a nutricionista, o café só não é recomendado para indivíduos com problemas gástricos (gastrite, úlcera e refluxo gastroesofágico), arritmias cardíacas, insônia e transtorno de pânico. "Os efeitos da cafeína podem agravar os sintomas desses eventos", diz. Fora isso, os benefícios trazidos pelas quatro xícaras diárias de café podem aparecem em várias partes do organismo. Confira:

Resistência insulínica
Estudos recentes sugerem que o consumo diário de até seis xícaras de café pode prevenir o surgimento de diabetes tipo 2 pela ação dos ácidos clorogênicos e também pela presença do magnésio e outros nutrientes, reduzindo a absorção de glicose.

Doenças degenerativas
O mal de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, lentamente progressiva, com quatro manifestações clínicas básicas: rigidez muscular, tremor de repouso, bradicinesia (lentidão ou falta de movimento) e instabilidade postural. Pesquisadores descobriram que uma combinação de genes, estilo de vida e fatores ambientais são os responsáveis pelo aparecimento da doença. Pesquisas realizadas com pessoas também sugerem que existe uma relação inversa entre o consumo de café e cafeína e o risco relativo de ser afetado pelo mal de Parkinson.

Café e câncer
Contrariando o que se pensava no passado, de que o café poderia causar câncer, pesquisas modernas sugerem que o consumo moderado e regular de café pode até prevenir alguns tipos de câncer (cólon, próstata). No passado, chegou-se a pensar que a cafeína pudesse ser incluída na lista de produtos cancerígenos devido ao grande consumo desse tipo de bebida e à ocorrência de alguns tipos de câncer. Mas estudos recentes mostraram que não existe relação entre a substância e o desenvolvimento da doença.

Depressão
Segundo Darcy Roberto Lima, o consumo diário de quatro xícaras de café pode ajudar a prevenir a depressão, que atinge cerca de 10 milhões de brasileiros, e o suicídio, segundo estudos efetuados em mais de 200 mil pessoas por um período de 10 anos por dois grandes centros de pesquisa nos Estados Unidos (Califórnia e Boston).

Aprendizado infantil
O médico Darcy Roberto Lima prega a inclusão do café com leite na merenda escolar diurna das crianças no lugar de refrigerantes e sucos artificiais, já que o consumo regular e moderado de café pode melhorar a atenção, concentração e memória de adultos e crianças. "O café tomado logo na primeira hora do dia em casa e suplementado pela xícara de café na escola pode trazer um grande benefício no aprendizado de crianças, adolescentes e jovens", afirma. 

 

Veja tambÉm: