Mercado

Cafeicultores baianos buscam saídas para driblar a crise mundial

 

postado em 06/03/2009 | Há 9 anos

06/03/2009 08:03:05 - Agência Sebrae de Notícias - BA

Inscrições para Agrocafé devem ser feitas até o dia 6 de março, através do site do evento

Carlos Baumgarten

café será tema de discussão durante evento em Salvador

A qualidade do famoso cafezinho que chega às mesas das famílias brasileiras depende de um processo de produção prévio, que influencia a economia de diversas regiões, inclusive a da Bahia. Para debater os caminhos dessa cultura, em âmbito nacional, produtores, empresários e técnicos do setor estarão reunidos, entre os dias 9 e 11 de março, no Gran Hotel Stella Mares Resort, em Salvador, na décima edição do Agrocafé – Simpósio Nacional do Agronegócio café.

A influência da crise financeira mundial frente à cafeicultura será um dos pontos discutidos durante o evento. No último mês de janeiro, o Brasil, principal exportador do grão, registrou uma queda de 10% em comparação à receita obtida no mesmo período do ano passado, o que equivale a um total de US$ 317,6 milhões, segundo dados do Conselho dos Exportadores de café.

Na Bahia, a cafeicultura foi implantada na década de 70 e foi fundamental para o desenvolvimento econômico de alguns municípios. Hoje, são três regiões consolidadas com a produção de café: a região do Planalto a região Oeste e a região Litorânea.

O Sebrae é um dos patrocinadores do evento e estará presente com um estande institucional, no qual serão apresentados as orientações prestadas pela instituição, além da exposição de produtos. Para o analista do Sebrae, Paulo Mesquita, o simpósio é fundamental para discutir os rumos do setor. "A cafeicultura é um importante setor para a Bahia e para o Brasil. O Agrocafé é uma excelente oportunidade para os produtores comporem uma rede de relacionamento e contribuírem para alavancar a economia nacional", afirma.

As inscrições devem ser feitas através do site do evento (www.agrocafe.com.br). O valor é de R$ 50, para associados da Assocafé (Associação de Produtores de café da Bahia), R$ 80, para os não associados, e R$ 40, para estudantes. Os cursos possuem o valor único de R$ 20 cada.

O 10º Agrocafe é uma realização da Assocafé, em parceria com o Centro de Comércio de café da Bahia, a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia. Conta ainda com o patrocínio do Sebrae, Governo da Bahia, Promo, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Petrobrás.

 

Veja tambÉm: