Comércio

Expocaccer movimenta o 25º Seminário do Café

Com temas que ampliaram a participação do público, os workshops promovidos pela cooperativa tiveram excelente adesão.

 

postado em 11/10/2017 | Há 2 meses

Comunicação Expocaccer

Expocaccer movimenta o 25º Seminário do Café
Entre os dias 03 e 05 de outubro, durante o 25º Seminário do Café da Região do Cerrado Mineiro, a Expocaccer realizou três workshops com o intuito de ampliar a participação do público oferecendo temas diversificados.
Com estande amplo e integrado com a Cafeteria Dulcerrado, a Expocaccer, que também foi uma das realizadoras do evento em parceria com a ACARPA, levou uma proposta de aproximar diversos públicos para falar sobre café sob perspectivas diferentes.

Como encantar pessoas no negócio da família

O Workshop Experiência: Como encantar pessoas no negócio da família, atraiu grande público no dia 03, em sua maioria mulheres que ouviram e compartilharam informações com as experientes expositoras: Júlia Bartholo, Aparecida Ruiz e Sheyla Velloso. Pertencentes ao quadro social da Expocaccer, elas contaram sobre o seu posicionamento na cafeicultura e como fazem para surpreender visitantes e compradores de café que recebem na propriedade, fomentando negócios de forma indireta. No encontro a questão da sucessão familiar também foi debatida e as palestrantes deram exemplos de como influenciaram seus filhos a seguirem no negócio da família, inspirando neles a paixão pelo café.
 
Cafés Campeões: conectando à qualidades

O Workshop Sensorial: conectando à qualidade aconteceu no dia 04, aproximou o público do universo dos cafés especiais ao trazer os campeões do primeiro concurso promovido pela Expocaccer em setembro. Os campeões, Francisco Pinheiro Campos e Rogério Guimarães, representante da Família A. Guimarães, respectivamente vencedores na categoria Cereja Descascado e Natural, contaram aos presentes os processos que os levaram ao primeiro lugar, esclarecendo dúvidas e trocando experiências com os participantes. Após a explanação aconteceu o cupping com os cafés campeões. Conduzido pela equipe da Expocaccer, os participantes puderam conferir as nuances dos cafés e os atributos que fizeram destes cafés os vencedores da safra 2017/2018 na Expocaccer.
 
Café e Queijo: o melhor de Minas

No dia 05 o estande da Expocaccer recebeu o Workshop de Harmonização: Café & Queijo, o qual contou com a parceria da EMATER. Na ocasião o produtor de leite de Patrocínio, Antônio Lino Rosa, que venceu o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal realizado em agosto, em Tiradentes, falou sobre os processos que levam o seu produto a ter um sabor diferenciado. Seguindo a mesma linha, o produtor de café, Roger Montanari, também falou sobre os processos de cultivo na fazenda da família que está no café há mais de 100 anos. Para unir os dois produtos que são a cara de Minas, a gestora da cafeteria Dulcerrado, Poliana Gonçalves, abordou sobre o processo de harmonização e como a combinação pode ser feita para potencializar o sabor dos dois produtos. Ao final, os participantes experimentaram e aprovaram a harmonização oferecida.
 
Encontro de cooperados

O espaço da Expocaccer no evento foi projetado para receber os cooperados e ser o ponto de encontro dos cafeicultores para troca de informações, acompanhamento do mercado, fechamento de negócios e relacionamento. Foram promovidos dois happy  hours e também sorteio de prêmios, dentre eles três toneladas de fertilizantes para cooperados, sorteio este realizado por meio de parcerias.
 
“Este foi um ano surpreendente no Seminário do Café. A Expocaccer esteve presente com seu estande, como não poderia ser diferente, um espaço muito animador por sinal, com uma programação muito boa e com sorteios também, fazendo com que houvesse a participação do cooperado, integrando cooperado e cooperativa, isso só tem a nos beneficiar. Foi um grande evento em prol da cafeicultura e por isso gostaria de parabenizar a cooperativa, juntamente com a diretoria e a equipe, pela organização, bem como pela riqueza e diversidade de conteúdos que realmente nos deixou muito felizes”, comenta Osvaldo Queiroz Guimarães Júnior, cooperado
 

Veja tambÉm: